segunda-feira, 23 de março de 2009

NANO


Esta "maravilha" de automóvel se fosse produzida no Brasil à razão de 20.000 unidades mês seria vendida por módicos R$ 37.000,00, aí o caro leitor diria...este blogueiro idoso está maluco, mas convenhamos: vejam os opcionais que o NANO brasileiro teria:
Espelho retrovisor no lado direito sem regulagem interna
Espelho cortesia no para sol lado passageiro
Luz de cortesia
Forração no porta malas
Step
Indicador de quantidade de combustível
Motor 800 cc flex
Sistema de partida a frio
Se vc lembrar de mais algum opcional interessante, não se acanhe, post no seu comentário, pois o Sr. Tata já é dono de algumas grandes siderurgicas no Brasil e talvez não esteja longe o dia que teremos este "ícone" cá entre nós.

3 comentários:

Ron Groo disse...

Definitivamente não seria popular.
E a Tata está de olho no mercado europeu.
No salão de genebra lançou o Tata Europa.
Lindão!

Francisco J.Pellegrino disse...

Ron, o Tata Europa tem air bags e outras finesses incompatíveis com o terceiro mundo brasileiro...chegaria aqui "peladão" e venderia aos montes pois o consumidor daqui sempre antenado com as novidades adoraria o dito carro.

Migdonio disse...

eu não compraria, nem se custasse 10 mil reais. Imagina estar dentro desse kinder ovo e ser "acertado" por uma F-250.