sexta-feira, 11 de novembro de 2011

CHEVYS



Agora alguns Bel Air de coleção....53/56/57..

14 comentários:

Rui Amaral Jr disse...

Gosto mais dos Chevys, os Ford não me atraem, lembro do da mamma um 56 da mesma cor que esse.

Nikollas disse...

Mas Rui, aí não é culpa do que vocês tiveram, nem por ser um Ford, é que os 56 foram uma safra, digamos, com baixa concentração de taninos! Eu não curto as uvas daquele ano! ;)

Irapuã disse...

Três belos carros.
A grade que mais gosto entre os dessa época é a do 53. Design sóbrio e agressivo ao mesmo tempo. Mas o modelo que considero o mais bonito e desejável é o 56, embora dos tri-Chevy seja o de menor prestígio.
Por motivos sentimentais, um quatro portas sem coluna na cor preto/branco. Desse eu quero um.

Buonanno disse...

O 56 é idêntico ao do meu pai. No estofamento, aquela cobertura de plástico com estrelinhas.

Belair disse...

Eitcha!!! Chegando agora da rua e eis que....
Na plaqueta do meu 56 as cores originais anotadas sao exatamente essas! A duvida e' se no restauro vou nessa ou troco.Aceito sugestoes e opinioes dos amigos,rsrs.
O detalhe das estrelinhas no plastico dos bancos havia sumido da minha memoria na poeira do tempo..O 57 do meu pai tambem teve isso Miltao.No 56 nem lembro mais.
Esse 57 ai e' outro sonho,pra completar meu trio.
Vais postar tambem a foto do conversivel ali ao lado do 56?
..brigado Chicao!!

Ron Groo disse...

Lindão... Quero o amarelo.

Francisco J.Pellegrino disse...

Belair, vermelho e branco, ou preto e beige claro...escolha !

Rui Amaral Jr disse...

Nikollas, o Bel Air de minha mãe era o 56, igual a esse mas de 4 portas,agora aquele 57 preto e beije- como diz o Chico- está deslumbrante!!!

Abs

PS: Cadê o M???

Paulo Levi disse...

Já que o Belair solicitou pitacos, eu ficaria com a combinação de cores original.

PS - A tal capa plástica com estrelinhas era original, ou tinha que mandar fazer na Occhialini?

Belair disse...

Francamente nao sei Paulo.So' sei que aquilo com o tempo ia escurecendo,ressecando e endurecendo ate' ficar feio e desconfortavel.
Mas foi uma boa lembranca do Miltao.

Migdonio disse...

Rui, o M deve estar preso!

M disse...

Sai urubu ! Tô aqui, vendo as bobagens que vcs escrevem...

Boa, Paulo ! Occhialini Auto Capas, lá na Duque de Cachinhos !
Coisa + cafona...

Meu primeiro passeio foi num BelAir 52, power-glide, verde/branco. Da ProMatre prá casa...

F250GTO disse...

Sem desmerecer o belo 53 amarelinho, acho que para esse post ficar 100%, faltou a foto do 55, para completar os Tri Chevys.
E a discussão ia ficar melhor ainda.
O charmoso 55 que teve uma forte inspiração italiana (aquela grade lembrando uma FERR...bem, deixa prá lá, senão voces vão cair de pau em cima de mim)deu o grande impulso para que os Chevys conquistassem a simpatia do consumidor.
Alem do mais em 55, a GM ofereceu o motor V8, como opção para apimentar os belos carros.
Romeu.
PS - Belair, vou repetir a sujestão, mantenha o Azul e Branco original no 56.

Irapuã disse...

Belair,
Vai meu pitaco: a cor original de 56. Restaurar é restituir à condição original, o resto é reforma.
Hoje em dia se 'restaura' até hot-rod...(!?!?!?) :D